O Uso de Efluente Tratado na Agricultura

Data da publicação 27/11/2015



UNISALESIANO DE LINS E A SABESP DISCUTEM O USO DE EFLUENTE TRATADO NA AGRICULTURA

 

Na manhã de terça feira (17), reuniram-se na Superintendência da Sabesp de Lins, representantes daquela instituição, prefeitura, professores da Esalq-USP de Piracicaba e do curso de Engenharia Agronômica do Unisalesiano de Lins. O tema do encontro foi o uso do efluente de estação de tratamento de esgoto na irrigação de culturas de interesse agrícola.

 

Tal projeto existe desde 2000, sendo uma área anexa à das lagoas de tratamento de esgoto de Lins e que por ali já se cultivou café, pupunha, milho, cana de açúcar e vários capins e gramíneas forrageiras. Os professores da ESALQ-USP, Prof. Dr. Adolpho José Melfi e Profª. Dra. Célia Regina Montes, ambos, responsáveis por diversos trabalhos e orientações de mestrado e teses de doutorado, ratificaram a importância de continuar com as pesquisas e investigação do uso deste resíduo na agricultura, além de avaliar os impactos no sistema solo-planta-água-atmosfera.

 

Os resultados destes trabalhos, os quais indicam efetivamente, que não há riscos ambientais negativos, são importantes para subsidiar os órgãos reguladores e fiscalizadores afim de que regulamente o uso deste resíduo, haja vista que em diversos países, esse resíduo é utilizado há décadas na agricultura, trazendo benefícios de ordem econômica, ambiental e produtiva.

 

Como todo resíduo, deve-se dar uma destinação final adequada e o efluente de esgoto tratado não foge à regra. Antonio Rodrigues da Grela Filho, Superintendente da Sabesp Lins, além de ter organizado e convocado a reunião, está empenhado para que as pesquisas continuem, por isso convidou o Unisalesiano, para que, com o corpo docente do curso de Engenharia Agronômica, possa instalar ensaios e realizar pesquisas em parceria com a Esalq. Hemerson Calgaro (Unisalesiano) informou que iniciará as pesquisas já em fevereiro de 2016 e considera oportuna e bem vinda a parceria, inclusive com possibilidades de bolsas de estudo do Cnpq para alunos.

 

 

Foto (da esquerda para a direita): Fernando Sozzo da Silva da SABESP, coordenador do projeto; Profª Dra. Célia Regina Montes e Prof. Dr. Adolpho José Melfi ambos da Esalq-USP, e Prof. Dr. Hemerson Calgaro do Unisalesiano de Lins).

ADETEC - Agência de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico - Rua Floriano Peixoto, 1093, Centro - CEP 16400 101